Partidos concordam em formar coalizão e tirar Netanyahu do poder em Israel

Partidos de oposição em Israel afirmaram ter chegado a um acordo para formar uma coalizão governista. Caso seja aprovado pelo Parlamento, eles poderão tirar o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu do poder.

O líder do Yesh Atid, o maior partido oposicionista do país, fez o anúncio na noite de quarta-feira (2), cerca de 30 minutos antes do prazo para que ele formasse uma coalizão majoritária. Yair Lapid afirmou ter informado ao presidente de Israel a respeito do acordo firmado com oito agremiações, incluindo o Yamina, de direita, além de siglas esquerdistas e árabes.

Sob o acordo, o líder do Yamina, Naftali Bennett, assumirá o cargo de premiê por dois anos até ser sucedido por Lapid em agosto de 2023.

Uma votação parlamentar a respeito do plano deve ocorrer em breve.

Negociações visando formar uma coalizão estavam emperradas desde a eleição geral – a quarta do país em dois anos – realizada em março. O partido de direita Likud, ao qual pertence Netanyahu, obteve a maioria dos assentos. No entanto, ele não conseguiu formar uma coalizão governista dentro do prazo estabelecido. Com informações da TV NHK do Japão

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!