670 quilos de maconha são apreendidos no Rio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Foto: Agência Brasil

Policiais militares do Batalhão de Operação com Cães apreenderam 670 quilos de maconha em diferentes pontos na comunidade do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro, em operação nesta terça-feira (2). Este é o segundo dia consecutivo de operações na favela.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Segundo a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, os agentes descobriram, com a ajuda de cães, em uma localidade no Jacarezinho um pouco mais de 500 quilos (meia tonelada) de maconha e um fuzil M-16 (primeiro apreendido pela PM em 2018).

Em uma residência abandonada, foram encontrados cerca de 20 quilos de maconha. A droga estava escondida em um fundo falso da casa. Em outro ponto da comunidade, os policiais encontraram mais 20 quilos maconha.

Segundo a PM, em mais uma ação de vasculhamento, os militares apreenderam cerca 30 quilos de maconha em tabletes. Em continuidade à operação pela comunidade, mais de 100 quilos de maconha em tabletes também foram encontrados.

De acordo com a PM, em outra localidade do Jacarezinho “uma carga considerável de crack e cocaína” que ainda será contabilizada foi achada. Segundo a polícia, a ocorrência ainda está em andamento.

Na segunda-feira (1), um policial militar foi baleado, no início da manhã, na favela. O agente, que não foi identificado pela Polícia Militar, foi encaminhado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, e passa bem.

Pelo segundo dia consecutivo, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro faz operação na comunidade do Jacarezinho, na zona norte da capital fluminense. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) reforçou o policiamento e não há registro de confrontos até o momento.

Na segunda (1º), um policial militar foi baleado, no início da manhã, na favela. O agente, que não foi identificado pela Polícia Militar, foi encaminhado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, e passa bem.

De acordo com o comando das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), o agente e outros colegas foram atacados quando chegavam para trabalhar na base da UPP, localizada na Rua Esperança, por volta das 6h.

Rocinha
Na segunda, (1º), um policial militar também ficou ferido após confronto com criminosos armados durante uma operação na Rocinha, na zona sul do Rio. Segundo a PM, ele foi encaminhado para o Hospital Municipal Miguel Couto e seu estado de saúde é estável.

Na ação de ontem, um homem também foi baleado. Segundo a PM, agentes da UPP e do Batalhão de Choque faziam patrulhamento na comunidade quando se envolveram em um confronto com homens armados.

O homem baleado foi encontrado posteriormente na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Botafogo por policiais do batalhão local. De acordo com a PM, contra ele há dois mandados de prisão por ter participado da invasão da Rocinha, em setembro de 2017. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!