Três pessoas morrem em acidentes nas estradas federais de acesso ao Rio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Três pessoas morreram e 46 ficaram feridas em 40 acidentes registrados nas estradas federais de entrada e saída do estado do Rio de Janeiro, no período do réveillon, segundo balanço parcial divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Entre os dias 30 de dezembro e 1º de janeiro a PRF aplicou 1.748 multas, 1.352 por excesso de velocidade, 248 motivadas pela falta do cinto de segurança por parte do motorista; outras 50 por passageiros que não usavam o cinto de segurança. Os policiais registraram 6 autos de infração pela falta de cadeirinha para crianças.

Segundo os dados, foram feitos 745 testes com o bafômetro, que resultaram em 12 autuações por recusa do teste e uma por constatação de alcoolemia. O balanço da Polícia Rodoviária indica também a recuperação de sete veículos roubados e dez pessoas presas.

BR-101 Norte
Os números do primeiro balanço divulgado pela Autopista Fluminense, concessionária que explora o trecho Norte da BR-101 entre Niterói e a divisa com o estado do Espírito Santo, indicam que as três mortes registradas pela Polícia Rodoviária, até o momento, ocorreram no trecho norte da BR 101, onde houve 29 acidentes.

Segundo os dados, passaram pela via, no período de Ano Novo, mais de 243 mil veículos e foram contabilizados 732 atendimentos a ocorrências, sendo 468 para atendimentos decorrentes de falhas mecânicas. Mais de 3.400 ligações foram registradas na central 0800 282 0101, para obtenção de informações, solicitação de atendimento na rodovia, sugestões, elogios e reclamações.

Os motoristas que estão retornando para a capital na manhã desta segunda (2) não encontraram dificuldades, uma vez que não há registro de engarrafamentos. Apesar do trânsito intenso, o fluxo é normal ao longo da rodovia.

O mesmo ocorre na Via Lagos, para os que voltam da região. A dificuldade maior é na Praça dos Pedágios, onde há pequeno engarrafamento de cerca de 1 quilômetro (km), bem como no entrocamento com a BR-101 Norte, na chegada a Rio Bonito e ainda, na saída do município de Itaboraí.

A Via Dutra, que liga a capital do estado à cidade de São Paulo, flui normalmente, apesar de intenso em ambos os sentidos. Também é normal o fluxo nas estradas que ligam a capital e a Baixada Fluminense à Região Serrana. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!