Idosa paraminense perde R$ 1.700,00 em golpe do falso sequestro

Uma guarnição policial esteve no bairro Providência na manhã de quinta-feira (30), onde uma mulher de 77 anos relatou que na noite de quarta-feira (29) recebeu uma ligação em que o interlocutor lhe dizia que estava com sua filha sequestrada e exigiram um valor em dinheiro para que ela fosse libertada.

Ainda segundo a vítima, houve outras ligações durante a madrugada, com o mesmo tema, sendo que as pessoas que conversaram com ela, lhe passaram duas contas bancárias para que ela fizesse a transferência do valor exigido para libertarem sua filha.

Ela disse que fez a transferência de R$ 1.700,00 para uma das contas indicadas pelos interlocutores e depois constatou que havia caído em um golpe.

Ela recebeu as ligações pelo telefone fixo de sua residência, o que dificulta, em um primeiro momento, a identificação do telefone ou telefones dos quais partiram as ligações.

A vítima foi orientada sobre demais providências junto à agência bancária e à Polícia Civil.

A PM orienta aos cidadãos a ficarem atentos com este golpe aplicado por telefone, chamado de “Golpe do Falso Sequestro”, em que infratores, geralmente de outros Estados, às vezes do interior de penitenciárias, dizem que estão com um familiar da vítima sequestrado e exigem transferências em dinheiro para sua libertação.

Se acaso receber ligações neste sentido, a pessoa deve ficar calma, tentar localizar o familiar que os interlocutores alegam estar sequestrado, pedindo ajuda a amigos e parentes. Não se deve fazer nenhuma transferência ou passar dados pessoais. A PM deve ser acionada imediatamente pelo telefone 190.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!