Depois de duas vitórias, Brasil é superado pela Sérvia no mundial

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Foto: Divulgação/CBV

Depois de duas vitórias, respectivamente, sobre Porto Rico e República Dominicana, a seleção brasileira feminina de vôlei foi superada pela Sérvia. Nesta segunda-feira (01.10), as sérvias venceram as brasileiras por 3 sets a 0 (25/21, 25/18 e 25/19), em Hamamatsu, no Japão. A equipe do treinador José Roberto Guimarães luta por um título inédito e tem como melhores resultados na competição três medalhas de prata (1994, 2006 e 2010) e uma de bronze (2014).

O Brasil aparece em segundo lugar no grupo D, com seis pontos (dois resultados positivos e um negativo). A Sérvia está na liderança, com nove pontos e três vitórias. Já Porto Rico é o terceiro também com seis pontos, mas com um saldo de pontos pior do que as brasileiras. A República Dominicana aparece em quarto lugar, com três pontos, seguida por Quênia e Cazaquistão. As equipes se enfrentarão dentro do grupo e as quatro melhores classificadas passarão à segunda fase.

O Brasil voltará à quadra na próxima quarta-feira (03.10) às 7h20 (horário de Brasília) contra o Quênia.

Pelo lado do Brasil, a campeã olímpica Tandara foi a maior pontuadora no duelo contra a Sérvia, com nove pontos. A oposta Boskovic, da Sérvia, foi o destaque do jogo, com 24 pontos.

A oposta Tandara lamentou a derrota e projetou melhores atuações do Brasil nas próximas partidas.

“Não sacamos bem no início do jogo e não tocamos na defesa. Temos que tirar aprendizado desse jogo para não ocorrer nos próximos. A Sérvia arriscou mais do que nosso time. Sabíamos que seria uma partida difícil e agora vamos precisar treinar ainda mais para nos reestabelecermos nos próximos jogos”, disse Tandara.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da partida contra a Sérvia.

“A nossa relação entre o bloqueio e a defesa não funcionou durante o jogo. A Sérvia tem duas das melhores atacantes do mundo de bolas altas, a Boskovic e a Mihajlovic, e quando não tocamos nas bolas o jogo se torna mais difícil. Nós não conseguimos defender algumas bolas que seriam importantes. A Boskovic criou confiança no jogo e estava sacando muito bem”, analisou José Roberto Guimarães.

O JOGO

A Sérvia começou melhor e fez 4/1. O time europeu tinha dois de vantagem no primeiro tempo técnico (8/6). Bem no saque, a equipe verde e amarelo encostou (10/9). Jogando com velocidade, as brasileiras viraram o marcador (13/12). A oposta Boskovic se destacou no saque e nos contra-ataques e a Sérvia fez quatro pontos seguidos (16/13). A Sérvia fez 17/13 e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O Brasil encostou no marcador (21/18) e o treinador da Sérvia pediu tempo. A equipe europeia segurou a vantagem até o final e venceu o primeiro set por 25/21.

A Sérvia seguiu melhor no início do segundo set e fez 5/3. Com um ace da central Bia, o Brasil empatou (5/5). As europeias voltaram a abrir dois pontos na primeira parada técnica (8/6). Bem nos contra-ataques, as sérvias abriram quatro pontos (12/8). O volume de jogo das brasileiras voltou a funcionar e a diferença no placar caiu para dois pontos (13/11). A Sérvia segurou a vantagem na segunda parada técnica (16/14). Com um ace da levantadora Maja, as europeias abriram três pontos (18/15). A oposta Boskovic foi destaque nas viradas de bola e a Sérvia levou a melhor no segundo set por 25/18.

A Sérvia voltou a iniciar melhor na terceira parcial e fez 3/1. O time europeu foi para a primeira parada técnica vencendo por 8/6. Quando as sérvias fizeram 11/7, o treinador José Roberto Guimarães parou o jogo. Mesmo com a paralisação, as sérvias seguiram ditando o ritmo do jogo e foram para o segundo tempo técnico com cinco de vantagem (16/11). A Sérvia segurou uma reação do Brasil no final da parcial e venceu o terceiro set por 25/19 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES:

Brasil – Dani Lins, Tandara, Fê Garay, Gabi, Adenízia e Bia. Líbero – Suelen
Técnico – José Roberto Guimarães

Sérvia – Ognjenovic, Boskovic, Mihajlovic, Milenkovic, Rasic e Veljkovic. Líbero – Popovic
Técnico – Terzic

Tabela – Primeira fase – Hamamatsu (Japão)

29.09 (SÁBADO) – Brasil 3 x 0 Porto Rico (27/25, 25/12 e 25/7)
30.09 (DOMINGO) – Brasil 3 x 0 República Dominicana (25/15, 25/20 e 25/22)
01.10 (SEGUNDA-FEIRA) – Brasil 0 x 3 Sérvia (21/25, 18/25 e 19/25)
03.10 (QUARTA-FEIRA) – Brasil x Quênia às 7h20 (Horário de Brasília)
04.10 (QUINTA-FEIRA) – Brasil x Cazaquistão às 7h20 (Horário de Brasília)
Com site da CBV

PUBLICIDADE