Militar é atropelado enquanto registrava acidente de trânsito na Rua Antônio Carlos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma equipe policial prendeu na noite de sábado (30) na Rua Antônio Carlos, bairro São Cristóvão, em Pará de Minas, uma condutora de 43 anos, que dirigia com sintomas de embriaguez alcoólica e atropelou um policial militar que atendia a uma ocorrência de acidente de trânsito. O policial conseguiu saltar, evitando ferimentos mais graves.

Uma guarnição da Polícia Militar realizava o atendimento de uma ocorrência de acidente de trânsito, em que um condutor de 25 anos chocou o Fiat Idea preto contra um poste de energia. Foi constatado que o condutor estava com sintomas de embriaguez alcoólica e que também é inabilitado para a condução de veículos.

Enquanto os militares tomavam as providências de praxe no local do acidente, que estava corretamente sinalizado, passou pelo local uma condutora de 43 anos em um Fiat Siena prata, em aparente alta velocidade. Ela descia pela via sentido bairro/Centro e o veículo foi em direção ao Fiat Idea envolvido no primeiro acidente e a um dos militares, que teve que saltar apoiado em um obstáculo próximo, diminuindo o impacto do veículo, caindo no chão. Graças a este salto o militar conseguiu diminuir as consequências do acidente.

O militar foi conduzido ao hospital Nossa Senhora da Conceição apresentando escoriações e inchaço no cotovelo esquerdo, sentindo ainda dores na parte anterior da coxa direita.

Após se envolver no acidente, a condutora do Fiat Siena fugiu do local, sem prestar socorro ao militar e de forma a tentar evitar sua responsabilização sobre os fatos. Porém, outra equipe de policiais militares a encontrou em sua residência na Avenida Santos Dumont, escondida no banco traseiro do veículo estacionado na garagem.

Foi constatado que a condutora estava com fortes sintomas de embriaguez alcoólica. Ela admitiu ter consumido cinco latões de cerveja em uma confraternização na casa de uma amiga, mas se recusou a passar pelo teste de alcoolemia. No veículo foi encontrada e apreendida, uma lata de cerveja. A condutora não portava e não apresentou sua Carteira Nacional de Habilitação, sendo habilitada na categoria “B”.

Tanto o seu veículo, como do condutor do Fiat Idea envolvido no primeiro acidente, sendo ele inabilitado e também com sintomas de embriaguez, foram apreendidos, sendo removidos pelo reboque credenciado ao pátio. Foram aplicados os autos de infrações de trânsito cabíveis. Ambos condutores foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!