Romeu Zema destaca trabalho para ampliar leitos em Minas Gerais

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O governador Romeu Zema e o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, visitaram na manhã desta quarta-feira (1º) o Hospital da Baleia, em Belo Horizonte. Eles conheceram o trabalho e a estrutura da instituição, que poderá disponibilizar leitos para o tratamento de pacientes com o coronavírus. O Governo de Minas tem buscado estabelecer parcerias com hospitais públicos municipais, privados e filantrópicos para ampliar o número de leitos no estado.

Zema foi recebido pela diretora-presidente do Hospital da Baleia, Tereza Guimarães Paes, e pelos demais diretores, que apresentaram os projetos e demandas da instituição. O governador destacou a importância de se aproveitar as estruturas já existentes em Minas para que o estado se prepare cada vez mais para o enfrentamento da pandemia.

“É muito mais fácil utilizarmos os leitos já existentes do que criar novos, por uma questão de custos, sinergia e agilidade. Já há uma estrutura física construída, com quase tudo pronto. Precisamos ampliar os investimentos para a montagem dos leitos”, afirmou Romeu Zema.

A expectativa é de que pelo menos 100 leitos no Hospital da Baleia sejam disponibilizados para o tratamento do Covid-19, podendo, ainda, ser ampliado a partir da adequação de unidades que, atualmente, estão desativadas, podendo servir como hospitais de campanha em um primeiro momento.

O secretário de Saúde Carlos Eduardo também ressaltou o esforço do governo para ampliar os investimentos na área e no desenvolvimento de ações para minimizar os impactos da pandemia, como a ampliação da realização de testes do Covid-19, a compra e produção de equipamentos e o adiantamento de repasses do governo por meio de seus programas.

Estrutura
Referência em assistência médico-hospitalar de qualidade e humanizada há 75 anos, o Hospital da Baleia realiza mais de 600 mil procedimentos médicos anualmente. São atendidos cidadãos de 88% dos municípios mineiros, a maioria vinda pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas, também por convênios e particular.

São mais de 27 especialidades médicas e Centros de Referência em Oncologia Adulta e Pediátrica, Nefrologia (Hemodiálise e Transplante Renal), Ortopedia, Pediatria e Cirurgia Bariátrica e Metabólica, além do Tratamento e Reabilitação de Fissuras Labiopalatais e Deformidades Craniofaciais (Centrare). O Baleia conta com parceiros, voluntários e doações solidárias para manutenção de seu trabalho.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!